Otimismo para o setor de condomínio logístico em 2020

As previsões para este ano de 2020 são de otimismo para o mercado. Os detalhes do setor de condomínios logísticos no 4° semestre de 2019, foram negociados em  2,4 milhões de m² de estoque no ano todo. O mercado fechou com “crescimento em 16 estados brasileiros e a menor taxa de vacância dos últimos sete anos, com queda de 3,8 p.p. em relação a 2018”, segundo a revista Mundo Logística. 


Em dados, foram entregues 312 mil m² imóveis, distribuídos em cinco estados: Sergipe, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rio Grande do Sul.  Em Minas Gerais, o imóvel LOG Extrema foi a maior entrega do período com 77 mil m² para o Grupo Dafiti. Em São Paulo, as regiões de Jundiaí (58 mil m²) e Guarulhos (71 mil m²) receberam novos estoques. O estado de São Paulo permaneceu como principal mercado, com 385 mil m² locados em média por trimestre. Os estados de Minas Gerais e Rio Grande do Sul apresentaram números relevantes, com volume de 150 mil m² e 90 mil m²  em 2019. A região Nordeste também teve desempenho positivo, com 201 mil m² negociados.

Para este ano, a previsão é de 1,5 milhão m²  de estoque para serem entregue. Mauro Dias, presidente  da GLP (uma das empresas líderes do mercado de condomínios logísticos no Brasil), afirma que  “Terminamos o ano em um ritmo bem forte. A perspectiva é muito boa para 2020 com a retomada da economia”. Nesse sentido, com a retomada da recuperação econômica do país, o setor apresentará crescimento e se aquece para investir ainda mais.

Fonte: 

https://revistamundologistica.com.br/noticias/mercado-industrial-tem-menor-taxa-de-vacancia-em-7-anos