GRANDES RESPONSABILIDADES PARA UM MERCADO GIGANTE

 

Não é novidade para ninguém que o segmento Offshore (prospecção, perfuração e exploração de petróleo) é, ao lado do agronegócio e da construção civil, um dos principais motores da economia brasileira. Segundo o BNDES, o segmento representa atualmente mais de de 13% do PIB do Brasil. Mesmo com a atual situação de desaceleração que o setor enfrenta no país devido à crises político-econômicas e queda do valor do barril de petróleo no mercado global, a Petrobras pretende investir cerca de 98 bilhões de reais até 2020 na aquisição de produtos, serviços e infraestrutura, segundo relatório da própria empresa.

Graças a estes números tão superlativos, e à natureza do tipo de contratos de operação feitos pela Petrobras, há um enorme ecossistema de provedores de serviços e equipamentos dedicados a esta complexa operação logística. É o caso das empilhadeiras de grande porte da Hyster, conhecidas como “big trucks”, que estão presentes em diversas empresas que prestam serviço para a estatal, sobretudo no estado do Rio de Janeiro.

Tratam-se de equipamentos com enorme capacidade de carga para suprir operações de grandes volumes. “São empilhadeiras capazes de movimentar entre 10 e 52 toneladas, e empilhar até seis containers cheios ou oito vazios”, explica Pedro Amaral, responsável pela filial Rio de Janeiro da Brasif Máquinas, distribuidora da marca em todo território nacional.

Um ponto de destaque em termos de tecnologia nestes equipamentos é a presença de telemetria de fábrica em todos os produtos, permitindo que seja possível fazer medições da qualidade de serviço à distância e em tempo real. Outra vantagem é ter a Brasif Máquinas como provedora de soluções para esse segmento, já que um concessionário de porte é essencial quando numa eventual necessidade de pós venda.

A distribuidora oferece um atendimento totalmente customizado às necessidades do cliente de big trucks, tanto em locação como venda. “Muitas vezes o interessado já sabe exatamente a demanda de equipamento que precisa. Em outras situações fazemos uma consultoria para entender qual será a melhor oferta, principalmente quando, além das empilhadeiras, há a necessidade de acessórios”, explica George Mitchel, consultor de vendas da Brasif Máquinas.

Claro que a atual situação do mercado petrolífero no país não é das melhores, tendo sido vítima de uma diminuição significativa de demanda nos últimos 30 meses, mas com a entrada do segundo semestre as perspectivas começam a melhorar. “Podemos dizer que as coisas começaram a melhorar e que o mercado estabilizou nos últimos três meses. Há até a construção de um novo porto em Macaé, o que é um sinal da retomada dos investimentos”, conclui Mitchel.

Além do Mercado Offshore, as empilhadeiras de grande porte da Hyster estão presentes em outros setores da infraestrutura nacional. São eles portos e terminais de carga, operadores logísticos, mineração e siderurgia e até mesmo energia eólica. Acompanhe nossos posts que em breve abordaremos outros segmentos onde essas gigantes contribuem para uma logística eficiente e segura.